quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Carnaval de Cururupu é bom demais tem as Nigrinhas de Confetes...

Carnaval de Cururupu é bom demais, isso mesmo bom demais.

Há quatro anos atras uma turma esperta vem fazendo a diferença e chamando a atenção das pessoas na cidade, com concentração no sábado ao meio dia, depois uma grande caminhada passeata pelas ruas da cidade e depois uma super partida de futebol no tradicional campo da pacova.

O nome da atração é bem conhecida Nigrinhas de Confetes, a escrita é assim mesmo.

Com um nome bem sugestivos homens se vestem de mulheres e fazem a animação de todos os que acompanham.
   
Momento dos outros anos da diversão.     

Para bem vai participar do tradicional carnaval de Cururupu esta feito o convite neste sábado dia 1º ao meio dia concentração na residencia de Neto enfrente a liga dos homens.

Uma coisa é certa muita animação é o que vai ter.

PROMOTOR DE JUSTIÇA FALA DE FESTAS EM CURURUPU...

Dr. Francisco de Assis Silva Filho Promotor de Cururupu
Imagem da Internet
O promotor de justiça Francisco de Assis Silva Filho, afirmou em entrevista a Radio Alvorada FM de Cururupu que até o momento não há processo modificando a decisão do judiciário local, que através de liminar proíbe os eventos em clubes sem as determinadas normas já expedidas.

As expectativas são grandes com relação a liberação das festas dos clubes Mangueirão e Nelson Mandela, que tem ao longo dos anos conquistado um publico fiel.

O Mangueirão é o espaço da massa regueira, onde os amante da musica Jamaicana que hoje é aculturada no maranhão e no município, vem para o município para fazerem a festa. O clube já mencionado é a referencia dos regueiros na baixada maranhense e não só no município.

Já o clube Nelson Mandela, tem um publico fiel, pessoas da terceira idade que se encontram e reencontram no local citado para reviverem os antigos carnavais, mas este ano os foliões poderão não contar com este espaço, que tem sido motivo de muitas discussões na cidade e nas redes sociais.

Então é carnaval em Cururupu e a animação pode ser comprometida com a falta de espaços para eventos já consagrados.        

Viagens extras de ferry boats não serão realizadas no período do Carnaval, Cururupuense poderão ter dificuldades.

O jornal pequeno divulgou ontem no inicio da noite que não haverá viagens extras para a baixada maranhense, decisão que pode dificultar a vinda de milhares de pessoas para o litoral maranhense, acompanhe.

Em reunião realizada nesta quarta-feira (26), representantes da ServiPorto e Internacional Marítima informaram oficialmente à Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), que gerencia os Terminais de Passageiros da Ponta da Espera e do Cujupe, a impossibilidade de realização de viagens extras das embarcações durante o Carnaval. A decisão visa a segurança da navegação, principalmente dos passageiros. A orientação é que os usuários dos ferries que não compraram passagens com antecedência, optem por outra via de acesso à Baixada Maranhense, ou seja, o trajeto pela BR.
Imagem Jornal Pequeno
O motivo do cancelamento das viagens extras está na maré de sizígia, que coincidirá com o período do Carnaval, ou seja, marés que atingem os picos tanto na baixamar quanto na preamar, o que compromete a segurança da navegação. “Teríamos uma demanda muito grande de pessoas para viajar no Carnaval e com as viagens extras comprometidas pelo fator natural das marés, as viagens programadas não atendem a demanda”, explicou Landrin Sadin Filho da Servporto. “É importante ressaltar também que passagens extras, tanto para passageiros quanto para veículos, não estão sendo vendidas”, enfatizou José Roberto Francisconi, da Internacional Marítima.
A orientação repassada pela Emap aos passageiros é que fiquem atentos aos cuidados que devem tomar para garantir uma viagem segura e tranquila, principalmente, durante o período da reforma do Terminal da Ponta da Espera. “A obra encontra-se na reta final e uma estrutura temporária foi planejada para atender a grande demanda típica do período de carnaval”, explicou Sílvia Gomes, gerente dos Terminais Externos da Emap.
No mesmo período, em 2013, 78 mil pessoas utilizaram os terminais de passageiros administrados pela Emap com destino aos municípios da Baixada Maranhense. Para esse ano, a previsão é que haja um aumento de 10%. Anualmente 1,6 milhão de passageiros utiliza o serviço.
Cuidados na hora do embarque
- Ao optar pelos serviços dos ônibus, é importante chegar nesses terminais, com no mínimo uma hora de antecedência. A dica vale também para os que viajam com veículos, pois chegar cedo ajuda na organização do embarque e evita atrasos nas partidas.
- Estando no terminal, sigam as orientações de fluxo e posicionamento e atentem para as informações prestadas.

SECRETÁRIO ALUÍSIO MENDES, FALA DA SEGURANÇA NO ESTADO E DO CASO DÉCIO SÁ.


Foto Claudio Mendes 
Imagem da Internet
A convite do prefeito Júnior Franco, presidente do Consórcio da Floresta dos Guarás (Conguarás), o secretário de Segurança Pública Aluísio Mendes, esteve reunido, nesta segunda-feira (24), em Cururupu com prefeitos que integram o Consórcio da Região do Litoral Ocidental Maranhense. Na pauta da audiência pública foram tratadas questões relacionadas à segurança pública da região.Presentes o secretário Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco; prefeitos de nove cidades da região, entre eles, o prefeito de Cururupu, Junior Franco, Claudio Cunha (Apicum Açu), Donaria Rodrigues (Serrano do Maranhão), Amaury Almeida (Mirinzal), Fernando Cuba (Cedral), Nilce Farias (Guimarães), Baldoino Nery (Bacuri).

Participaram ainda o secretário adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos da SSP, Laércio Costa; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel João Vanderley Pereira, o vice-prefeito de Cururupu, Aldo Lopes,  o presidente da Câmara Municipal de Cururupu, o vereador João de Deus Amorim Lopes, além de vereadores e a comunidade geral.
Foto Claudio Mendes
O secretário Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco, comentou a importância da audiência pública. “Essa iniciativa é do Litoral Ocidental, uma vez que a região passa por um novo momento em que os prefeitos estão buscando firmar parcerias que resultem numa melhor prestação de serviços de saúde, educação, infraestrutura e segurança pública. É notório que após a vinda do secretário de Segurança teremos mais ações do aparelho de segurança nesta região. Cabe ressaltar que continuamos executando algumas outras ações em nível de governo”, lembrou.
Ao ser  questionado  sobre a estrutura dos prédios das delegacias do estado, o secretário de Segurança assegurou aos prefeitos e as lideranças presentes na audiência pública que todos os distritos policiais dos municípios do estado serão reformados.   

O prefeito de Cururupu, Junior Franco destacou o compromisso de Aluísio Mendes à frente da pasta da Segurança Pública. “Já tinha estado outras vezes com o secretário de Segurança e ele, sensível às questões, se colocou à disposição para participar desta reunião. Tenho a certeza vamos sair daqui com resultados satisfatórios e a solução de nossas demandas. Reafirmo que nós, prefeitos desta região, estamos a disposição para contribuir no que for preciso”, pontuou o chefe do executivo municipal . 

ACOMPANHE AGORA A ENTREVISTA DO SECRETÁRIO CEDIDA AO NOSSO BLOG.
CURURUPU EM DESTAQUE (C E D) – Com relação a sua vinda ao município de Cururupu e os investimentos anunciados para o município e região?


Secretário de Segurança Publica  Aluísio Mendes
Foto Claudio Mendes
Secretário Aluísio Mendes É Claudio, nós fizemos uma série de anúncios aqui principalmente com relação ao reforço do policiamento da capital, já está definida a vinda para Cururupu de um efetivo de 10 policiais militares, de reforço ao efetivo local, iremos mandar também para toda a região, uma equipe do GTA junto com um helicóptero que ira sobrevoar toda essa região no período do carnaval, mas isso é uma questão só da parte do carnaval.

Nós trouxemos também informações sobre o reforço do efetivo de maneira permanente, nós temos um concurso publico com mais de 1100 policiais militares apenas para o interior, porque parte do efetivo vai ficar para a capital, que ira reforçar em todas as cidades esse quantitativo de policiais militares.

Nós estamos com uma turma de delegados de policia em formação na academia são 70 delegados, em que todas as cidades que são comarcas, que tem juiz e promotor e não tem delegado ira receber delegados de policia isso de maneira imediata, nós estamos pleiteando à governadora o chamamento de mais 1400 policiais do excedente desse concurso, e esses 14000 iram depois de formados integralmente atuar no interior, com isso agente espera nesse próximo ano, suprimir esta deficiência grave que nós temos de efetivo policial em todo o estado do Maranhão.

C E D – A vinda de viaturas para Cururupu e região? Secretário Aluísio Mendes - Nós compramos, eu assinei ontem o empenho são mais 450 novas viaturas para as policias civil e garantir a todos os municípios aqui do litoral ocidental que todos eles receberão duas viaturas novas, 1 para a policia civil e a outra para a policia militar, Cururupu recentemente eu encaminhei 2 (duas) viaturas novas, mas por Cururupu ter uma população maior aqui da região e ter um efetivo maior com o recebimento destes policiais nós também iremos destinar para Cururupu mais duas novas viaturas, então é um reforço significativo não só do efetivo que virá pra cá mas também de novas viaturas não só para Cururupu, mas para todas os municípios do litoral ocidental do Maranhão.

Claudio Mendes entrevistando o secretário Aluísio Mendes
Foto Adson Cadete
C E D – Adolescente na criminalidade e maioridade penal? Secretário Aluísio Mendes - Olha esse é um problema nacional e que a população brasileira e todos nós temos que voltar os olhos para o congresso nacional, é inconcebível um país feito o Brasil que facultou ao jovem de 16 anos talvez a missão mais importante do brasileiro que é eleger o seu governante, eleger o seu presidente, governador e o prefeito, não existe tarefa mais nobre e mais importante para o cidadão do que eleger os seus governantes.

E contra ponto a isso, a legislação brasileira ela entende que um jovem de 16 ou 17 anos quando comete um crime ele não tem consciência da gravidade dos seu ato, nós temos inúmeros menores matando, roubando, estuprando e a policia quando o apreende ele é imediatamente colocado em liberdade porque o estatuto assim o diz, então esta na hora da população cobrar do congresso nacional uma mudança urgente da questão da maioridade penal.

Não se pode permitir mais que jovens continuem matando, roubando, estuprando e ficando impunes, e aqui eu não estou falando de colocar crianças na cadeia, eu tenho falado muito isso porque se tem questionado há o secretário quer colocar crianças na cadeia, não eu quero colocar é bandido é marginal na cadeia, e mais do que isso é proteger o jovem porque hoje o crime organizado esta usando esses jovens pra cometer os crimes porque sabe que eles são inimputáveis, então em vez de proteger os jovens nós estamos fragilizando os jovens e dando aqueles que já estão no crime que são hoje os mais bárbaros os mais sanguinários, que continuem impunes com relação a estes crimes.

Em São Luis eu tenho adolescentes que já cometerão mais de seis assassinatos e continuam em liberdade cometendo crimes, a sociedade a população brasileira, o povo não pode permitir que isso continue acontecendo.

C E D – As reivindicações dos prefeitos da região?  São pleitos muito justificados dos prefeitos, eu disse aos prefeitos que eles têm que cobrar realmente da segurança publica dentro da nossa capacidade de investimentos de reforços nesse efetivo nós iremos fazer este aborte.

É importante que os prefeitos tenham a secretaria de segurança publica como parceira neste projeto da segurança publica, eu ofereci a todos os prefeitos da região uma parceria com a secretaria na capacitação e na formação das guardas municipais, inclusive doando veículos e equipamentos para as guardas municipais, pois quando nós temos uma guarda municipal estruturada e operativa nós conseguimos reduzir muito a criminalidade nos municípios, onde já foi feito isso nós temos resultados muito importantes.

Nós temos condições de realmente impulsionar e efetivar um trabalho mais efetivo e mais producente das guardas municipais trabalhando em sintonia com as policias militar e civil, me coloquei a disposição estou aguardando que os prefeitos me procurem que eu vou estruturar e dar todo o apoio logístico para que essas guardas sejam estruturas e capacitadas e possam agir no combate ao crime.      

C E D – O senhor cobrou dos prefeitos e vereadores que cobrem dos deputados estadual e federal? Secretário Aluísio Mendes – Exatamente, nós temos visto uma sertã letargia dos nossos representantes tanto do governo federal no congresso nacional quanto da assembleia com relação às leis que auxiliam o sistema de segurança publica a uma ação mais efetiva.

Nós temos hoje a lei mais flexível do mundo, hoje uma pessoa, por exemplo, condenada no Brasil a 10 anos de cadeia ele cumpre no máximo um ano, nós temos os adolescentes que estão repetidamente cometendo crimes e continuam soltos.

Nós temos o instrumento da emenda parlamentar que é um recurso que cada deputado federal e senador tem a sua disposição mais de 15 milhões por ano, e que nunca se usou uma única emenda parlamentar para a área de segurança publica eu quando assumira a secretaria eu fiz esta pesquisa, então que os prefeitos cobrem também dos deputados e senadores que são votados aqui na região, que essas emendas sejam destinadas também para a segurança publica que hoje é o problema mais importante e que mais aflige a população brasileira e não é diferente aqui na região de Cururupu.
                  

C E D – O senhor falou dos últimos 20 anos de segurança publica do estado e o senhor foi interpelado por um cidadão, “A quem se atribui estas danificações nos últimos 20 anos na segurança publica”? Secretário Aluísio Mendes – Eu disse para ele de maneira clara que a priora nos indicativos de violência aconteceram em todo o pais e que no Maranhão se acentuaram do ano de 2003 a 2009, então se nós temos que reputar essa culpa a alguém é a quem estava conduzindo a segurança publica do estado, a quem estava conduzindo o governo do estado neste período, mas todos nós temos responsabilidades, mas uma piora mais significativa da violência do nosso estado segundo estatísticas do ministério da justiça se deu do período de 2003 a 2009.

 

Agora não esta aqui o secretário apontando o dedo para mínguem, o que eu acho que, segurança é uma atribuição exclusivamente do estado da secretaria de segurança publica, mas que depende de uma serie de outras demandas, legislativas com leis mais duras, mais investimentos para a área de segurança publica, nós temos a menos parcela de investimentos no país para a área de segurança publica, que fazer segurança publica de qualidade é cara e o governo federal e o governo estadual precisam entender disso e o congresso nacional tem uma parcela importantíssima nisso.

 

Nós estamos vendo ai os royalties do petróleo, sendo distribuídos apenas para a educação e saúde, nós vemos ai repasses constitucionais para saúde e educação e nada para a segurança publica e hoje se fizermos uma pesquisa no Brasil todo em Cururupu e no Maranhão, o problema que mais aflige a população brasileira hoje é a falta de segurança e o governo federal o nosso congresso nacional tem que assumir esta responsabilidade.         


C E D – O senhor falou de 17 policiais mortos em 2013 e a comissão de direitos humanos não visitou a família de nenhum dos policiais? Secretário Aluísio MendesO que eu disse que ser policial nesse país esta cada vez mais difícil.  Eu dei, como exemplo nós perdemos 17 policiais no ano passado no combate com o crime dando a sua vida em prol da população e nenhum das famílias desses policiais foram visitadas por qualquer entidades de direitos humanos nenhuma.

Quem chora a morte desses policiais são os seus colegas policiais e as suas famílias e quando morre um marginal, quando se morre um menor em confronto com a policia, quando o policial esta defendendo a sociedade nós vemos entidades do mundo inteiro defendendo esta questão, eu não estou dizendo que não tem que defender, mas será que o policial é menos ser humano que um marginal?, Será que só quem merece esta atenção das entidades dos direitos humanos são aqueles que trilham o caminho do crime?

E os policiais são pais, são mães, são filhos, são esposos e quando morrem os únicos que amparam suas famílias são os seus colegas e a secretaria de segurança publica é uma inversão de valores nós temos que dar valor a quem tem valor, temos que valorizar os nossos policiais que é a única profissão no mundo onde o cidadão entra no trabalho colocando a sua vida em risco em prol da sociedade.        
Claudio Mendes entrevistando o secretário Aluísio Mendes
Foto Adson Cadete
C E D – O Secretário falou do assassino do jornalista e blogueiro Décio Sá que poderá ser solto nos próximos meses. Secretário Aluísio Mendes Isso é uma prova de como a Lei brasileira precisa ser mudada, nós vimos recentemente à condenação do homicida que matou de maneira bárbara do jornalista Décio Sá, tirou a vida dele de maneira covarde um assassino confesso com vários homicídios já feito pelo Brasil inteiro, uma pessoa sanguinária, fria que não se arrependeu em mento algum disso.

Ele foi julgado recentemente e condenado a 18 anos de cadeia, ele já cumpriu dois anos aguardando o julgamento e vai ficar no máximo mais um ano preso, em menos de um ano ele terá a sua liberdade por que assim a lei o diz. Onde eu digo que é preciso que nós discutamos melhor a questão da Lei brasileira, é impossível que alguém condenado a 18 anos de cadeia fique somente 3 anos presos, quer dizer, a sentença é de 18 anos mas ele fica no Maximo três anos preso isso é um absurdo que tipo de sinal nós vamos dar pro marginal pro bandido para que ele tenha medo da Lei da policia se ele sabe que embora condenado a uma pena grande vai cumprir uma pena muito pequena.

Vocês não sabem mais hoje pra se manter alguém preso é muito difícil, hoje ficar preso é exceção não regra, hoje alguém condenado por furto (aquele crime que o cidadão entra na sua casa rouba o que você adquiriu com o seu trabalho) ele dificilmente fica preso e quando fica preso fica no máximo quatro meses, que tipo de justiça é essa que penaliza o cidadão de bem, o cidadão que trabalha 24 horas por dia para adquiri os seus bens, se alguém que entra em sua casa rouba e estupra vai cumprir uma pena inflamente pequena aquela do qual ele é condenado, nós precisamos urgentemente discutir uma majoração dessa pena que alguém condenado a 10 anos de cadeia, cumpra efetivamente 10 anos de cadeia. 

C E D – De acordo com o que o senhor coloca, os políticos utilizam da segurança para palanque eleitoral? Secretário Aluísio Mendes É uma coisa muito preocupante usar policia associada à política, segurança publica é um assunto muito serio para ser confundido com política nós temos que ter a serenidade e o cuidado de não misturar política com policia, mas sim, fazer com que os políticos entendam que os investimentos em segurança publica hoje no nosso país no Maranhão e aqui em Cururupu é prioridade numero um a população não vai aceitar mais esse descaso com os investimentos e com as leis do Brasil e vai cobrar dos políticos na próxima eleição uma definição com relação a isso. 
         
C E D – Festas em Cururupu o vereador Pinto pediu ao secretário que viabilizasse a autorização das festas junto ao juiz. Secretário Aluísio MendesA questão das festas – è isso que eu disse, foi uma decisão judicial a secretaria de segurança publica não tem gerencia sobre esta questão o que eu vou fazer é procurar o juiz e ver se agente consegue num bom termo associar uma ação educativa, uma ação de coibir os abusos e que agente flexibilize essa questão da decisão judicial, é uma decisão que é soberana do juiz, o juiz tem esse poder essa decisão e eu procura-lo para ver grado o pleito feito pelo prefeito e por toda a sociedade para ver se agente pode flexibilizar isso.

C E D – O prefeito Junior Franco solicitou do secretário de segurança a instalação de uma unidade do DETRAN na cidade, para facilitar a expedição das CNHs aos mototaxistas que sofrem com a aplicação das leis de transito pelo judiciário local. Secretário Aluísio MendesCom relação a CNH eu me comprometi com o prefeito em trazer um núcleo do CIRETRAN de Pinheiro para cá e não só isto, mas, trazer também o núcleo de instituto de identificação para que agente possa também emitir a carteira de identidade aqui em Cururupu que vai atender não só Cururupu, mas toda a região. 

PREFEITO JUNIOR FRANCO DEFENDEU INTERESSES DE CURURUPU EM REUNIÃO.

Foto Claudio Mendes
O Secretário de Segurança Publica do Maranhão Aluísio Mendes esteve na ultima segunda (24) em Cururupu acompanhado de assessores e do Secretário Alberto Franco foram recebidos pelo Prefeito no município de Cururupu senhor Junior Franco, juntamente com seus secretários municipais, vereadores e assessores.

O Secretário Aluísio Mendes, participou de uma longa reunião como os prefeitos de Cururupu Junior Franco, Mirinzal Amaury Almeida, Serrano do Maranhão Donaria Rodrigues, Bacuri Balduíno Nery, Apicun-Açu Claudio Cunha, Guimarães Nilce Farias, Cedral Fernando Cuba, Porto Rico Rosa Ivone mandou representante a vereadora Nelcimaria, Bequimão secretário de segurança Cassioano Abreu, que representam o Consorcio da Floresta dos Guarás - CONGUARÁS. 

Junior Franco – agradeceu a todos os militantes políticos e prefeitos, secretários e representantes dos municípios vizinhos. Junior Franco esclareceu que a reunião para tratar da segurança do litoral ocidental com o consórcio CONGUARAS, a região esta atravessando uma insegurança enorme eu estive com o secretário e ele foi muito sensível e disse prefeito você marca que eu estarei lá para agente tratar destes assuntos, esta tendo um numero de assunto extremamente elevado e eu que o senhor acompanha isso, e estou aqui para agradecê-lo eu não sou de muitas palavras eu gosto mais é das ações assim como o senhor e sei que o senhor nos trás a paz que nós tanto almejamos.

Junior Franco – afirmou ao secretário que “no caso de Cururupu eu já comprei a farda da guarda municipal a dois anos atrás, eu tava precisando uma parceria do estado, agora eu quero agradecer Cururupu esta preparada para receber a guarda municipal de ser parceiro, por que não é uma obrigação institucional mas é uma obrigação moral dos prefeitos cuidar de sua seguranças também, eu quero dizer ao senhor secretario não sei de suas pretensões políticas mas Cururupu saberá responder a altura a quem algo fizer por aqui e pela região, sempre conversei com o senhor no seu gabinete, convidei o senhor para levantar uma das maiores bandeiras nosso que é a nossa ponte sobre o rio Pericumã que é uma questão de justiça e sei o senhor já me disse que posso contar com o seu apoio quero que o senhor levante esta bandeira com agente e a nossa ponte sairá e já vai ser  licitada e se Deus quiser vai sair”.
Foto Claudio Mendes
  
Junior Franco – falou “Eu estive com o Andre diretor do DETRAN e como sei que o DETRAN é subordinado a sua secretaria aqui eu faço um apelo ao senhor qual a possibilidade do senhor nos colocar um posto avançado para a expedição da CNH, unicamente para isso que já vai nos ajudar demais, por que estas motos vivem na clandestinidade não por que querem, mas porque não podem é caro a auto escola e eu quero saber se o senhor se comprometer e o município se disponibiliza o local o pátio e vou procurar a auto escola para que agente possa custear a metade desses gastos”.

Junior Franco afirmou que “Eu sei que o DETRAN não pode isentar suas taxas mais a auto escola pode e eu queria saber se o senhor pode fazer este compromisso conosco aqui. Aluisio Mendes - Agente não tem condições hoje de montar um CIRETRAN aqui porque depende do projeto de lei, mas uma agencia aqui eu posso fazer por que isso facilita muito a vida do morador e de toda a região e não só o posto avançado do CIRETRAN vou ver isso com Andre esta semana, mas trazer também para cá um posto avançado do instituto de identificação para emissão da carteira de identidade, para atender toda a área do consorcio”. 

O secretário Aluísio Mendes também anunciou investimentos na área da segurança para a região assim como a ida de um delegado para cada comarca do estado. Aluisio Mendes destacou a entrega de viaturas para as policias militar e civil de uma, assim como a ida de vários policiais sendo dois para cada município para reforçar o policiamento da região, alem do cartão para o abastecimento das viaturas da policia militar que a policia civil já recebe